Browsing Tag

Paris

Viagem

Museus da Moda

Oi meninas, tudo bem? Nunca fui uma apaixonada por história, mas confesso que museus me enchem de curiosidades e hoje eu vim falar para vocês, 5 museus dedicados a moda ao redor do mundo.

Existem vários deles espalhados pelo nosso belíssimo mundo, e para começar Mode Museum, Antuérpia. O MoMu, que tem mais de 25 mil peças no seu arquivo, pensa em como cada modelo será exibido, montando verdadeiros cenários que levam em consideração a época e a inspiração do designer para compor a peça.

Modemuseum

interior-do-museu-da-moda-em-canela-1333573830913_956x500

Modemuseum2

Não existe lugar melhor para saber sobre moda do que Paris, o Musée Galliera, começou na década de 1920, quando o historiador e colecionador Maurice Leloir decidiu doar as mais de 2 mil peças e acessórios que tinha para a Cidade de Paris, desde que fossem usadas para criar um museu sobre vestimentas.

Atualmente com mais de 100 mil modelos no arquivo, o Galliera contém itens que passam por alta costura e prêt-à-porter, e sua coleção do século 18 é uma das maiores do mundo, com o maior número de roupas da época do Iluminismo.

Musée Galliera, Paris1

Musée Galliera, Paris2

Musée Galliera, Paris3

Inaugurado oficialmente em 1979, Bunka Gakuen Costume Museum, Tóquio criado em 1923, e que começou como uma coletânea de roupas ocidentais, principalmente europeias, além de alguns modelos de roupas tradicionais japonesas. No entanto, após a Segunda Guerra Mundial, o museu recebeu uma série de doações de roupas do sul e sudeste asiáticos, e ele, então, se estabeleceu como um museu focado em roupas étnicas, principalmente da Ásia, mas também da África, Europa e América Latina.

Bunka Gakuen Costume Museum, Tóquio1

Bunka Gakuen Costume Museum, Tóquio 2

Bunka Gakuen Costume Museum, Tóquio 3

Metropolitan Museum of Art, Nova York, um dos museus mais famosos e conhecidos da área, o Anna Wintour Costume Center conta com 35 mil peças em seu arquivo, entre roupas e acessórios femininos, masculinos e infantis. Apesar de não ter uma exposição permanente, por causa da delicadeza de alguns dos tecidos de seus modelos, o museu conta com dois tours que podem ser desfrutados o ano todo: Fashion in Art e Costume: the art of dress.

B4MKC0 New York City, The Metropolitan Museum of Art. Main entrance exterior on Fifth Avenue.. Image shot 2006. Exact date unknown.

Metropolitan Museum of Art, Nova York, 2

Metropolitan Museum of Art, Nova York, 3

Victoria & Albert Museum, Inglaterra, o foco aqui é a história: pense em modelos que marcaram época, a evolução dos vestidos e das vestimentas femininas, a alta costura do pós-guerra.

Victoria & Albert Museum, Inglaterra1

Victoria & Albert Museum, Inglaterra2

Victoria & Albert Museum, Inglaterra3

Espero um dia conhecer todos eles, mas enquanto isso não acontece, eu fico com esse post me inspirando para minhas futuras viagem, e para quem gosta de moda um bom museu sempre tem muito a oferecer.

Fiquem com Deus e até a próxima!

Blog Maria Bourbon
Moda

Yves Saint Laurent

Oi meninas, tudo bem? Que sou apaixonada por Paris tudo mundo já sabe, mas uma coisa que vocês não sabem, é que meu ídolo no mundo da moda também foi parisiense.

E hoje vou falar mais sobre esse grande ídolo Yves Henri Donat Mathieu Saint Laurent nasceu em 1 de Agosto de 1936 – Oran, faleceu 1 de Junho de 2008 – Paris. Um dos nomes mais significativos da alta-costura do século XX.

Seu gosto pela moda lhe foi despertado pela mãe e aos 17 anos, deixou a casa dos pais para trabalhar com o estilista Christian Dior. Após a morte de Dior 1957, Yves foi quem herdou o controle criativo, com apenas 21 anos de idade, e assumiu o desafio de salvar o negócio da ruína financeira.

Um acontecimento que pouco sabem foi que pouco depois de conseguir sucesso no objetivo, St. Laurent foi convocado para o exército francês, após 20 dias, o estresse de ser maltratado e ridicularizado pelos colegas soldados levaram-no a ser internado num hospital mental francês, onde ele foi submetido a tratamento psiquiátrico, incluindo terapia por eletrochoques, devido a um esgotamento nervoso.

Yves-Saint-Laurent-capa

Em 1962 St. Laurent saiu da Dior e fundou sua própria marca, YSL. Nos anos 60 e 70, a marca se tornou conhecida em todo mundo por sua praticidade conjugada com sofisticação, com o ponto alto de sua criatividade no lançamento do smoking feminino, que permitiria dali em diante às mulheres trabalharem de calças compridas. Foi o primeiro a popularizar o Prêt-à-porter em 1966, a moda de bom gosto e bom corte, a preços mais acessíves que a alta-costura, em sua boutique Rive Gauche, em Paris. Foi também o primeiro estilista do mundo a usar manequins negras em desfiles de moda.

Um dos símbolos máximos da sofisticação e do bom gosto em moda por quase quatro décadas, amigo de algumas das mais ricas e famosas mulheres do mundo, com a parceria administrativa de Bergé, transformou a YSL num ícone da moda, que apresentou mais de setenta coleções de alta-costura e lançou uma infinidade de produtos que levam sua marca e são vendidos em toda parte do mundo.

Em janeiro de 2002, anunciou que estava deixando o mundo da moda durante a apresentação de um desfile seu, que trazia uma retrospectiva de todas suas criações, ao longo de seus quarenta anos de carreira.

Yves Saint Laurent1

Yves Saint Laurent 2

St. Laurent morreu em Paris, diagnosticado com câncer cerebral, às 23h10min de 1 de junho de 2008.

E essa é a história resumida de Yves Saint Laurent, para mim e muitas outras pessoas uma inspiração, como pessoa e profissional, ele realmente revolucionou o mundo da moda.

Fiquem com Deus e até a próxima!

Blog Maria Bourbon